Trabalho de Graduação Integrado
Documento
Autoria
Unidade da USP
Data de Apresentação
Orientador
Banca
Girotto, Eduardo Donizeti (Presidente)
Mastrangelo, Ana Maria
Lopes, Maria Rita de Castro
Título em Português
O ensino de Geografia e as escolas democráticas: o caso da EMEF Campos Salles
Palavras-chave em Português
Ensino de Geografia
Escolas democráticas
EMEF Campos Salles
Resumo em Português
Consideram-se escolas democráticas aquelas em que a gestão é participativa, com processos decisórios que incluem estudantes, funcionários e professores, que tem a organização pedagógica como centro de estudos e que os estudantes definem suas trajetórias de aprendizagem, sem currículos compulsórios. O presente trabalho trata sobre o ensino de Geografia nas escolas democrática a partir de uma pesquisa realizada na EMEF Campos Salles, escola da rede municipal de São Paulo localizada na periferia da cidade, mais precisamente em Heliópolis. A escola é parte do movimento de escolas democráticas que apesar de não ser novo, teve um significativo crescimento nos últimos 20 anos. Considerando que há uma crise do modelo hegemônico de educação, tais escolas têm atuado como um movimento de resistência no âmbito educacional. Esse movimento interrogam as práticas educativas dominantes e as relações estabelecidas, as hierarquias e gestão escolar tradicional. Busca-se com tal pesquisa investigar como se dá o ensino de Geografia nesse contexto analisando se tais mudanças refletem em uma transformação das práticas de ensino, dos paradigmas conceituais da Geografia e também uma maior apropriação do conhecimento para os estudantes.
Título em Inglês
The Geography teaching and democratic schools: the case of EMEF Campos Salles
Palavras-chave em Inglês
Geography teaching
Democratic schools
EMEF Campos Salles
Resumo em Inglês
Democratic schools are considered to be the ones in which there is a participative management, with deciding processes that include students, workers and teachers, their pedagogical organization as the core of studies and where students define their studying paths without mandatory subjects. This work is about the teaching of Geography in democratic schools starting from a research in EMEF Campos Salles, a school under the city hall network of schools of São Paulo located in the outskirts of the city, more precisely in Heliopolis. The school is part of a movement of democratic schools that, despite not being new, has had a significant growth in the last 20 years. Having in mind that there is a crysis in the orthodoxical model of education, such schools have been standing out as a resistance movement in the educational area. This movement puts the dominant educational practices, hierarchies and management models in check. This research seeks to investigate how the teaching of Geography is held in this context by analizing if such changes are also reflected on the transformation of the teaching practices, the conceptual paradigms of Geography and also a wider appropriation of the knowledge by the students.
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome(s) do(s) autor(es) do trabalho.
 
Data de Publicação
2017-06-26
Número de visitas
744
Número de downloads
734
Copyright © 2010 Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos da USP. Todos os direitos reservados.