Trabalho de Graduação Integrado
Documento
Autoria
Unidade da USP
Data de Apresentação
Orientador
Banca
Alvarez, Isabel Aparecida Pinto (Presidente)
Santos, César Ricardo Simoni
Cardoso, Felipe Saluti
Título em Português
Os motoboys em São Paulo: entre a circulação crítica e a metrópole fragmentada
Palavras-chave em Português
Motoboys
Circulação
Urbanização crítica
Resumo em Português
O presente estudo trata da formação e ampliação da categoria profissional dos motoboys na metrópole de São Paulo no contexto da abertura comercial, expansão dos mercados, privatizações e liberação dos fluxos financeiros induzidos pelo neoliberalismo. O crescimento maciço do desemprego combinado a proliferação de empregos precários na metrópole provocou a massificação da atividade dos motoboys resultando num reconhecimento contraditório dessa recente categoria de trabalhadores urbanos. Os motoboys manifestam tanto a aceleração e ampliação da circulação quanto a movimentação constante de estoques e mercadorias nos territórios econômicos, reproduzindo e impondo ritmos temporais que passam a dominar cada vez mais as relações socioespaciais. Em contrapartida, a inserção crítica e precária desses trabalhadores no cotidiano urbano correspondem as exigências econômicas que regem o funcionamento da metrópole e que reproduzem a desigualdade social e segregação urbana. A eficiência sobre a circulação de bens e informações mobilizam os mensageiros motorizados a reduzir tanto os tempos de entrega quanto os tempos de ociosidade contidos na atividade laboral. Em conjunto com o sistema de remuneração por produtividade mediante a quantidade de tarefas realizadas, constituí um mecanismo que impulsiona a rapidez e muitas vezes a agressividade do motoboy no trânsito. Tal condição se expressa na luta pelo espaço de circulação viária, nos conflitos com motoristas, na ambígua concorrência entre motoboys, mutilações e mortes provocados por acidentes de trânsito. A precariedade das relações de trabalho e a racionalidade econômica impõem ao motoboy trafegar no limite da própria vida para dar conta da urgência do tempo dos negócios e do dinheiro.
Título em Inglês
The motoboys in São Paulo: between the critical circulation and the fragmented metropolis
Palavras-chave em Inglês
Motoboys
Circulation
Critical urbanization
Resumo em Inglês
The present study deals with the formation and expansion of the professional category of motoboys in the metropolis of São Paulo in the context of commercial openness, expansion of markets, privatization and liberation of the financial flows induced by neoliberalism. The massive growth of unemployment combined with the proliferation of precarious jobs in the metropolis has led to the massification of motoboys activity, resulting in a contradictory recognition of this recent category of urban workers. The motoboys manifest both the acceleration and expansion of the circulation and the constant movement of stocks and goods in the economic territories, reproducing and imposing temporal rhythms that come to dominate more and more the socio-spatial relations. On the other hand, the critical and precarious insertion of these workers in urban daily life correspond to the economic requirements that govern the functioning of the metropolis and which reproduce social inequality and urban segregation. The efficiency over the circulation of goods and information mobilizes the motorized messengers to reduce both the delivery times and the idle times contained in the work activity. Together with the productivity compensation system through the amount of tasks performed, it is a mechanism that drives the speed and often the aggressiveness of the motoboy in traffic. Such a condition is expressed in the struggle for road traffic, in conflicts with drivers, in the ambiguous competition between motoboys, mutilations and deaths caused by traffic accidents. The precariousness of labor relations and economic rationality oblige motoboy to travel at the limit of his own life in order to deal with the urgency of business and money.
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome(s) do(s) autor(es) do trabalho.
 
Data de Publicação
2017-05-03
Número de visitas
125
Número de downloads
94
Copyright © 2010 Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos da USP. Todos os direitos reservados.