Trabalho de Graduação Integrado
Documento
Autoria
Unidade da USP
Data de Apresentação
Orientador
Banca
Silva, Níkolas Araujo da (Presidente)
Paula, Amir El Hakim de
Pugliese, Renato Marcon
Título em Português
Da geografia a ciência geográfica: as contribuições de Thomas S. Khun para a História do Pensamento Geográfico
Palavras-chave em Português
História do Pensamento Geográfico
História da Ciência
Geografia pré-científica
Revolução Científica
Resumo em Português
Em História do Pensamento Geográfico (HPG) é discutido a trajetória histórica da geografia, o que ela é e suas categorias. Este trabalho busca discutir como as ideias de Thomas S. Kuhn nos ajuda a pensar sobre a trajetória da geografia, de como o conhecimento geográfico era produzido desde a Grécia antiga até o século XV; o que provocou as mudanças na forma de se fazer ciência e conhecimento entre 1500 e 1800; e por fim, como a geografia se torna ciência, a partir de sua organização paradigmática no final do século XIX. O debate e as reflexões se deram a partir das obras de alguns autores, como Moraes (2007), Sodré (1992), Andrade (2008), Moreira (2008), e observar como ele relatam a construção do conhecimento geográfico sob a luz das obras de Kuhn (2006), Löwy (2007) e Comte (2000). Conforme Kuhn argumenta que a ciência é realizada e se desenvolve pelo acúmulo do conhecimento que segue um determinado padrão e método, que ele chama de “velho paradigma”, é, depois de um determinado tempo, posto em cheque e, relativamente, substituído por outro, um “novo paradigma”, resultando então no avanço da ciência. Deste modo, podemos notar que a geografia, até 1500, tinha certas características na forma como era realizada, mas, conforme a sociedade passava por diversas mudanças socioeconômicas que refletiram nas ciências, e consequentemente na geografia, resultou, após três séculos, num “novo paradigma” na forma de se fazer ciência, forma esta que reproduzimos até os dias de hoje, evidenciando a estrita relação do conhecimento com sua época e a sociedade.
Título em Inglês
From Geography to Geographical Science: the contributions of Thomas S. Kuhn to the history of geographical thought
Palavras-chave em Inglês
History of Geographical Thought
History of Science
Pre-scientific geography
Scientific Revolution
Resumo em Inglês
In History of Geographical Thought a historical trajectory of geography is discussed, what it is and its categories. This paper seeks to discuss how the ideas of Thomas S. Kuhn our vision is a trajectory of geography, of how geographic knowledge was produced from an ancient Greece until the fifteenth century; What brought about how changes in the form of science and knowledge between 1500 and 1800; And finally, as a geography becomes scientific, from its paradigmatic organization in the late nineteenth century. The debate and the reflections came from the works of some authors, such as Moraes (2007), Sodré (1992), Andrade (2008), Moreira (2008), and to observe how to relate the construction of geographic knowledge in the light of the works of Kuhn (2006), Löwy (2007) and Comte (2000). As Kuhn argues that science is realized and developed by the accumulation of knowledge that follows a particular pattern and method, which it calls the old paradigm it is, after a certain time, put in check and relatively replaced by another, a new paradigm, resulting in the advancement of science. Thus, it can be noted that geography, up to 1500, had certain characteristics in the way it was carried out, but, as a society underwent several socioeconomic changes that reflected in the sciences, and consequently in geography, resulted, after three centuries, in a new paradigm in the form of science, which we reproduce until today, evidencing a relation of knowledge with its time and society.
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome(s) do(s) autor(es) do trabalho.
 
Data de Publicação
2017-06-13
Número de visitas
59
Número de downloads
27
Copyright © 2010 Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos da USP. Todos os direitos reservados.