Trabalho de Conclusão de Curso
Documento
Autoria
Unidade da USP
Data de Apresentação
Orientador
Banca
Yamamoto, Pedro Takao (Presidente)
Cuervo, Johanna Gisela Bajonero
Skanata, Camila Beatriz Gächter
Título em Português
Aspectos biológicos de Ceraeochrysa paraguaria (Navás) (Neuroptera: Chrysopidae) oriundas de pomares de citros orgânico e convencional
Palavras-chave em Português
Biologia
Inimigos naturais
Controle químico
Resumo em Português
O Brasil é o maior responsável por atender à demanda mundial de citros. Porém, o setor sofre prejuízos econômicos significativos devido, principalmente, aos insetos-pragas. Para isso, muitas vezes, os agricultores utilizam excessivamente produtos sintéticos, o que traz diversas consequências negativas ao equilíbrio ecológico. Dentre elas, destaca-se a mortalidade de inimigos naturais predadores pertencentes à família Chrysopidae, que ocorrem naturalmente em pomares de citros e são importantes no controle biológico de insetos-praga. Entretanto, muitas das espécies como a Ceraeochrysa paraguaria, que pertence a essa família, são pouco estudadas. É nesse contexto que se desenvolve o presente trabalho, que buscou avaliar se o tipo de manejo adotado no controle de pragas afeta alguma característica biológica de C. paraguaria oriunda de pomares de citros com manejos orgânico e convencional de pragas. Para avaliar essas características biológicas, foi feita uma comparação da duração e viabilidade das fases de desenvolvimento e dos parâmetros reprodutivos (tabela de vida) dessa espécie de crisopídeos. Os bioensaios realizados utilizando-se indivíduos de C. paraguaria da população oriunda dos pomares orgânico e convencional mostraram que a duração das fases de ovos, larva e do ciclo total (ovo a adulto) e o número total de ovos produzidos por fêmea foram afetados pelo tipo de manejo adotado, sendo obtidos valores maiores para os indivíduos oriundos de populações com manejo convencional de pragas. Com isso, conclui-se que, em resposta às condições desfavoráveis causadas pelas aplicações de inseticidas, os organismos oriundos dos pomares convencionais preconizam maior duração dos estádios jovens, como provável resposta fisiológica aos efeitos negativos causados por inseticidas, e maior produção de ovos, para garantir a sobrevivência da espécie.
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome(s) do(s) autor(es) do trabalho.
 
Data de Publicação
2018-01-08
Número de visitas
209
Número de downloads
102
Copyright © 2010 Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos da USP. Todos os direitos reservados.