Trabalho de Conclusão de Curso
Documento
Autoria
Unidade da USP
Data de Apresentação
Orientador
Banca
Ruiz, Urbano dos Santos (Presidente)
Paula, Vinícius Ricardo Cambito de
Barbosa, José Andrew de Lira
Título em Português
Biodigestão anaeróbia de dejetos de suínos: uma saída sustentável para a adubação na Fazenda Santa Rosa
Palavras-chave em Português
Adubo
biofertilizante
reciclagem
gramíneas
Resumo em Português
Mediante à sobrevalorização e crise de abastecimento de insumos agrícolas no cenário nacional e internacional do agronegócio, os produtores rurais tendem a recorrer a alternativas ao uso de fertilizantes minerais. O processo de biodigestão anaeróbia torna-se, portanto, atrativo tanto no âmbito econômico como no ambiental. Em uma granja de suínos, a reciclagem de dejetos por meio da biodigestão anaeróbia não só disponibiliza fertilizante organomineral com boa concentração de nutrientes de alto valor agregado, como também atua como fonte de energia renovável através da produção de biogás. O objetivo foi avaliar o potencial de adubação de dejetos de suínos reciclados por meio desse método para implantação de área de pastagem e, frente a isso, foi estimada a economia com a compra de fertilizantes convencionais na propriedade. O estudo foi conduzido na Fazenda Santa Rosa no município de Leme-SP. A metodologia foi dividida em quatro etapas. A primeira consistiu na caracterização da propriedade e, para tal, foram coletados dados e informações do sistema da empresa, a qual autorizou a sua concessão. Na segunda etapa, foi analisado o solo de interesse em laboratório terceiro. A etapa seguinte consistiu em consultas na literatura acerca de recomendação de adubação para formação das gramíneas Panicum maximum cv Miyagui e Pennisetum glaucum (Milheto) no solo analisado. Na quarta e última etapa, estimou-se, a partir da análise química do biofertilizante em laboratório terceiro, o seu potencial de adubação frente ao plantio das forrageiras supramencionadas. Como resultado, constatou-se que a aplicação de 51,68 m³/ha do biofertilizante analisado na área de interesse do estudo gerou uma economia de R$ 875,90/ha ou R$ 35.036,00 com a compra de fertilizantes convencionais. Logo, o biofertilizante apresentou alto potencial de adubação e ficou claro os benefícios da biodigestão anaeróbia para a propriedade, no âmbito econômico e ambiental
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome(s) do(s) autor(es) do trabalho.
TCCAndreNakano.pdf (3.70 Mbytes)
 
Data de Publicação
2022-12-05
Número de visitas
325
Número de downloads
77
Copyright © 2010 Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos da USP. Todos os direitos reservados.